53 motoristas são presos por embriaguez em SP

Cinquenta e três pessoas foram presas por embriaguez ao volante, em São Paulo, no primeiro dia da operação direção segura com horário ampliado. A ação foi realizada entre as 19 horas da última sexta-feira as 6 horas de sábado em diversos pontos da cidade.

AE, Agência Estado

23 Outubro 2011 | 16h13

No total, 2.523 motoristas foram submetidos ao teste do bafômetro nos 28 pontos de bloqueios. Segundo a Polícia Militar, 33 pessoas se recusaram a realizar o teste. Foram aplicadas 157 autos de infração e 29 veículos foram apreendidos.

A Polícia Militar ampliou os horários de fiscalização da lei seca na capital paulista devido ao alto índice de acidentes envolvendo motoristas embriagados. Antes, as fiscalizações terminavam às 4 horas.

A ampliação no horário da blitze não impediu um grave acidente na pista expressa da Marginal do Pinheiros, na manhã de sábado, 22. Dois garis morreram atropelados por uma motorista embriagado, no acesso à Ponte Ary Torres. Outra pessoa também ficou ferida e está internada no Hospital Santa Marcelina. O gerente de banco Fernando Mirabelli, de 32 anos, foi preso em flagrante depois do acidente.

No ano passado, 156 mil motoristas fizeram o teste do bafômetro nas ruas da capital. De janeiro de 2011 até o último final de semana, 170 mil condutores foram parados nas blitze da PM. Destas, 2,7 mil estavam embriagadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.