A arte de antecipar o Natal

"Ser um bom menino" o ano todo para ganhar presentes no Natal não adianta quando o presente são as cervejas feitas especialmente para a celebração. Este ano, algumas chegarão em cima da hora. Ou só após dia 25.

ROBERTO FONSECA, O Estado de S.Paulo

06 Dezembro 2012 | 02h12

Por isso, o negócio é garantir o presente com um ano de antecedência. Foi o que fiz em 2011, comprando cervejas de Natal belgas para abrir em 2012: Gouden Carolus Christmas, St. Bernardus Christmas, St. Feuillien Cuvée de Noel e Affligem Noel. Por serem bastante alcoólicas, com maltes escuros e refermentadas na garrafa, a condição de envelhecimento é favorecida.

A precaução teve suas vantagens: a Affligem, por exemplo, não veio este ano, assim como a St. Bernardus - ainda há poucas garrafas de ambas no mercado. Devido à grande demanda no mundo, a Carolus só deve chegar no início de 2013.

A americana Anchor Our Special Ale - receita natalina cuja condimentação muda a cada ano - deve chegar pouco antes do dia 25. E não há previsão para as escocesas Brewdog Christmas Porter e There is no Santa, nem para a Rogue Santa's Private Reserve, que deram o ar de graça no País em outros anos.

Felizmente, há boa oferta de natalinas nacionais e importadas, como as que estão acima. Além delas, há a alemã Erdinger Schneeweisse e a brasileira Eisenbahn Weihnachts Ale. Embora de nome vinculado ao Natal, a austríaca Samichlaus é encontrada o ano todo no Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.