'A base nunca nos faltou', diz Ideli após reunião com líderes

Após a turbulência com a base governista no Congresso, que teve como capítulo mais recente a troca dos líderes governistas na Câmara e no Senado, a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, afirmou que os aliados nunca deixaram de aprovar matérias de interesse do Planalto.

REUTERS

14 Março 2012 | 17h32

A ministra fez as declarações após encontro com o novo líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), e lideranças da base na Casa.

"Nós vamos continuar trabalhando como trabalhamos durante todo o ano passado, com muitas matérias aprovadas. Matérias difíceis. E a base nunca nos faltou", disse Ideli, informando que se reuniria em seguida com o novo líder governista no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM).

Num gesto de reconciliação com os aliados, a ministra reafirmou o "reconhecimento" pela presidente Dilma Rousseff do trabalho feito pela coalizão no Parlamento.

"(Vim) reafirmar o reconhecimento que a presidente Dilma já externou inúmeras vezes da parceria, da solidariedade e do compromisso que o Congresso tem tido", disse a jornalistas.

A ministra declarou ainda que espera uma transição de lideranças "harmônica" e agradeceu o empenho do deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) e do senador Romero Jucá (PMDB-RR), líderes governistas nas respectivas Casas até terça-feira, quando o Planalto oficializou a troca.

Dilma decidiu promover um "rodízio" de líderes poucos dias após sofrer uma derrota no Senado, quando a recondução de Bernardo Figueiredo à diretoria-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) foi rejeitada.

A oposição, sozinha, não teria votos suficientes para derrubar a indicação e parte do revés imposto ao governo é debitada pelo Palácio do Planalto na conta do PMDB.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Mais conteúdo sobre:
POLITICA IDELI NUNCAFALTOU LIDERES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.