Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

A Itália autêntica e a brasileira se encontram no Mangiare

O Mangiare, que abre nesta quinta-feira, 27, no lugar de uma extinta oficina de tratores na Vila Leopoldina, vai servir comida italiana autêntica e também a italiana do Brasil. Tudo sob o comando de Plínio Arraes, ex-Chácara Santa Cecília.

Olívia Fraga,

27 Outubro 2011 | 16h57

Por comida italiana autêntica, os proprietários, Benny e Juliana Burattini (casal estreante no ramo), entendem carne cruda piemontesa com azeite e sal; bisteca fiorentina; carnes assadas a lenha; além de pizzas de massa integral e levain de garapa desenvolvido na casa, que não são redondas e sim ovaladas e no cardápio foram alcunhadas de "cosa nostra". Na ala de italianos do Brasil estão as receitas que surgiram do improviso das mammas, como o arroz de forno e o vitello tonnato feito com língua bovina.

A casa tem apenas uma opção de massa, dois maltagliatti gratinados no mesmo forno a lenha em que são preparadas as carnes da casa e quase todos os antepastos - entre eles, a trippa con fagioli.

A sobremesa? Tiramisù à vontade servido em pirex. Quem quiser, poderá comprar vinhos da adega e azeites, pimentas, compotas e geleias do miniempório.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.