A Itália napolitana em receitas Leia inteiro antes de cozinhar

Como qualquer livro volumoso, intimida à primeira vista. Mas não há pretensões exageradas neste guia, recém-publicado pela Lafonte, com prefácio de Olivier Poussier, eleito o melhor sommelier do mundo em 2000. A ideia é auxiliar a navegação dos iniciantes pelo mundo dos vinhos, com fotos atraentes e, no percurso dos capítulos, muitas caixas com informações e curiosidades, um modo de fazer o leitor se familiarizar com os termos e entender a história da bebida.

O Estado de S.Paulo

14 Junho 2012 | 03h09

Mais de 200 páginas do livro (que soma 550) são dedicadas ao aprendizado histórico e aos testes de paladar, com explicações sobre os sabores dos vinhos, as castas importantes do passado e do presente, os terroirs, o correto modo de servir, as taças, análise sensorial, a reverência aos papéis do enólogo e do sommelier.

Depois, uma sequência de capítulos se debruça sobre os principais países produtores, com destaque avantajado para a França - há rápida menção à produção brasileira e aos vinhos do Novo Mundo. / OLÍVIA FRAGA

"Cem receitas incríveis da fabulosa culinária napolitana" é o subtítulo do livro. O complemento não mente: de pizzas a massas com frutos do mar, a obra coloca em evidência o papel dos ingredientes do sul da Itália, terra de solos vulcânicos e de olivais. / O.F.

COZINHA ITALIANA

Autor: Arturo Iengo (Marco Zero, R$ 99 na Livraria Cultura)

De início lembra manual de autoajuda de cozinha, mas uma vez iniciada a leitura, é difícil parar. Harold McGee explica a cozinha e as transformações dos alimentos, por temas, com respaldo científico e histórico. Imperdível. / O.F.

DICAS PARA COZINHAR BEM

Autor: Harold McGee (Ed. Zahar,

R$ 55,90, Saraiva, 4003-3390)

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.