'A turma emagrecia', diz ex-professor

Unip chegou a criar duas listas de presença para uma única turma, sem os alunos saberem

ESTADÃO.EDU, O Estado de S.Paulo

15 Março 2012 | 03h08

Ex-professores, alunos já formados e um ex-funcionário da Unip afirmaram ao Estadão.edu que a instituição chegou a criar duas listas de presença para uma única turma, sem os alunos saberem. Esses alunos faziam parte da chamada "turma tutelada"- usada para selecionar só os melhores alunos para prestar o Enade.

Segundo as denúncias, com a turma tutelada os coordenadores da Unip adiavam o lançamento das notas de alunos de baixo desempenho. Dessa forma, eles não completavam a carga horária necessária para prestar o Enade, de no mínimo 80% do currículo do curso.

Um ex-professor de Farmácia da Unip de Jundiaí contou que os estudantes nem percebiam o recurso, porque continuavam tendo aulas na mesma sala. "De repente, a turma emagrecia", disse. "De 50 alunos caía para 5. Os outros 45 iam para a turma à parte. Aí ficavam duas listas de presença, mas os alunos continuavam na mesma sala. Era tudo pro forma." Ele disse ter cobrado colegas numa reunião no ano passado, às vésperas de uma auditoria do MEC. "Vocês não acham que nosso tapete é muito curto para tanta sujeira debaixo dele?"

O professor trabalhava na Unip desde 2008 e foi demitido em dezembro de 2011 - segundo ele, por ter se recusado a transferir alunos para a turma tutelada. "Mas a maioria dos alunos não quer fazer Enade, então ficam quietos." Ele contou que a Unip criou uma colação de grau em março, em adição à tradicional de janeiro, para formar os alunos tutelados.

Outra fonte chamou a turma tutelada de "limbo". "Após o Enade, eles reaparecem e concluem o curso rapidamente."

Na Unip, para passar para o segundo semestre, o aluno pode ficar de dependência em um número ilimitado de disciplinas. Nos seguintes, só poderia ficar de DP em cinco disciplinas. À medida que o curso se aproxima do fim, o limite cai para três. No penúltimo semestre, só passa quem não teve nenhuma DP. A quem supera esse limite, a Unip oferece a opção da turma tutelada, na qual não cobra pelas DPs.

"Ele será matriculado provisoriamente no período seguinte do seu curso", explicou um coordenador em e-mail enviado a professores. "Vai para o período seguinte, mas só faz as DPs que a Unip determinar. Nesse caso, o aluno fica na condição de tutelado até o final do curso."

Uma ex-aluna de Farmácia, já formada, disse que, com as turmas tuteladas, era fácil para alunos reprovados em várias disciplinas passarem de ano com trabalhos feitos em casa. "A área da saúde é muito complexa para ter pessoas que passaram a faculdade inteira em barzinho."

Em 2010, só 353 (41,2%) dos 855 formandos de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição e Odontologia de unidades paulistas da Unip fizeram o Enade.

A Unip afirmou que a turma tutelada nasceu com base em demandas do Diretório Central de Estudantes, que considerava alto o valor pago pelas DPs. "Os tutelados assistem as disciplinas nas quais não estão em dependência com outros alunos que fazem a mesma disciplina. Algumas disciplinas oferecem DP online e outras, presencial. Os alunos assinam as listas de presença das disciplinas a que assistem." / CEDÊ SILVA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.