AB InBev e Heineken tentam comprar cervejaria dominicana--fontes

As duas maiores cervejarias do mundo, a Anheuser Busch InBev e a Heineken, estão em uma disputa de 1,5 bilhão de dólares para comprar a maior cervejaria da República Dominicana, a Cervecería Nacional Dominicana (CND), disseram pessoas com conhecimento do assunto.

REUTERS

27 Março 2012 | 09h35

A fabricante da cerveja Presidente, que está disponível em muitas outras ilhas do Caribe e também nos EUA, foi colocada à venda pela maior companhia dominicana, o Grupo Leon Jimenes, que controla a maior parte da cervejaria.

"Este negócio tem uma posição dominante no mercado de cervejas e, então, é atraente para compradores. A corrida é entre a AB Inbev e a Heineken, com resultado esperado para as próximas semanas", disse uma pessoa familiarizada com o assunto.

Outra fonte com conhecimento da venda disse nesta terça-feira que o processo de venda estava avançado.

Tanto Heineken quanto AB InBev se recusaram a comentar o assunto, enquanto porta-vozes da CND não foram encontrados para comentários.

A Heineken já detém uma fatia de 9,3 por cento na CND.

(Por Victoria Howley e David Jones)

Mais conteúdo sobre:
CONSUMO ABINBEV HEINEKEN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.