Abelhas atacam idosos e ferem dez no interior de SP

Um idoso de 62 anos levou mais de 500 picadas; atendido na Santa Casa de Araçatuba ele passa bem

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

11 de janeiro de 2008 | 10h46

Um enxame de abelhas atacou idosos e funcionários de um asilo no município de Pereira Barreto, interior de São Paulo. De acordo com os bombeiros da cidade, o ataque aconteceu na manhã de quinta-feira, 10, no asilo São Vicente de Paula, na entrada do município. Ao todo, dez pessoas ficaram feridas, sendo dois funcionários e oito idosos do asilo.   Um interno do asilo, identificado como Alcides dos Santos Pompéia, de 62 anos, levou mais de 500 picadas. Ele foi atendido na Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba, para onde foram levadas algumas vítimas, e seu estado de saúde é estável. Outras pessoas foram encaminhadas ao pronto-socorro de Pereira Barreto. Dos feridos, pelo menos quatro ainda permanecem hospitalizados. As abelhas foram atraídas, segundo os bombeiros, por um funcionário que operava uma roçadeira elétrica para cortar grama. O barulho do equipamento, o volume de um rádio, o calor e o sol forte provocaram o ataque das abelhas. O funcionário fugiu para se abrigar e deixou a máquina ligada.   Milhares de abelhas foram moídas ao se chocar contra a roçadeira. O cheiro dos insetos mortos acabou atraindo mais e mais abelhas, formando um enorme enxame. Com o plantio da cana de açúcar na zona rural da cidade, os insetos acabaram migrando para a área urbana. Conforme os bombeiros, todo o efetivo da corporação, além de policiais civis, militares e voluntários, trabalharam no caso. Foram utilizadas bombas de fumaça para tentar controlar a situação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.