Aborto de anencéfalo passa a valer

Foi publicada ontem no Diário Oficial da União a ata do julgamento do STF que considerou que o aborto de fetos anencéfalos não pode ser considerado crime. A partir de agora, a decisão é válida em todo o País e não pode mais ser questionada. Qualquer gestante de anencéfalo poderá procurar um hospital especializado para pedir a interrupção da gravidez. Não será mais necessário entrar na Justiça.

O Estado de S.Paulo

25 Abril 2012 | 03h32

Anteontem, uma gestante de feto anencéfalo de 4 meses se submeteu a aborto em Pernambuco. Ela recorreu à Justiça porque o hospital não queria fazer o procedimento antes da publicação oficial. / F.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.