Academia aprova Di Rissio como professor

O mais novo aprovado como professor da disciplina Inquérito Policial, no concurso da Academia de Polícia Civil, é o delegado André Luiz Di Rissio. Acusado de corrupção, formação de quadrilha, escuta clandestina, tráfico de influência, contrabando e advocacia administrativa, Di Rissio é réu em processos nas Justiças Federal e Estadual.Ele era presidente da Associação dos Delegados de Polícia de São Paulo quando foi surpreendido pelos agentes da Polícia Federal responsáveis pela Operação 14 Bis, que desmantelou em junho de 2006 um esquema de liberação fraudulenta de contrabando no Aeroporto de Viracopos, em Campinas. Di Rissio já foi preso três vezes por causa das acusações e foi solto por habeas-corpus concedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ele alega inocência e nega as acusações.A aprovação de Di Rissio causou polêmica nos meios jurídicos. ?Eu quero acreditar que não é verdade. Em sendo realidade, eu lamento, pois a pessoa em questão é ré em ações por crimes funcionais tanto na Justiça Federal quanto na Estadual e essas ações estão em curso?, afirmou o promotor José Reinaldo Guimarães, do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.