Ação da VisaNet dispara 13% na estreia

As ações da administradora de cartões de crédito VisaNet estrearam nesta segunda-feira na Bovespa em alta de 13,33 por cento, a 17 reais.

REUTERS

29 Junho 2009 | 12h12

O preço definido na oferta pública inicial da companhia foi de 15 reais, no teto das estimativas do coordenador-líder, que projetava preço por papel entre 12 e 15 reais.

A operação é a maior do mundo até agora neste ano, levantando 8,4 bilhões de reais.

Às 11h05, as ações da VisaNet exibiam alta de 11,5 por cento, cotadas a 16,74 reais. Enquanto isso, os papéis da rival Redecard recuavam mais de 7 por cento, cotados a 30,06 reais.

"Tem muita emoção do momento, porque é o primeiro dia de negociação. Existe certa tensão para se chegar no preço justo", disse Frederico Mesnik, da Humaitá Investimentos.

O volume negociado das ações da VisaNet era de 1,4 bilhão de reais, enquanto Redecard movimentava 116,7 milhões de reais.

A oferta pública inicial da VisaNet superou o lançamento de ações da petrolífera OGX, que levantou 6,7 bilhões de reais no ano passado e que até então era recorde para a bolsa paulista.

(Por Alberto Alerigi Jr.; com reportagem adicional de Guillermo Parra-Bernal)

Mais conteúdo sobre:
BANCOSVISANET*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.