Achado cão que fugiu da nova casa após tragédia no Rio

Foi encontrado no início da noite de hoje o cachorro que comoveu o País ao ser fotografado ao lado da cova da dona, mesmo depois do enterro, em Teresópolis, na região serrana, e foi adotado por uma família da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio.

PEDRO DANTAS, Agência Estado

18 de janeiro de 2011 | 19h06

Ele havia fugido na noite de ontem e o dia de hoje foi dramático para a advogada Márcia Xerez. No final de semana, ela subiu a serra para adotar o cão, após saber da história dele pelo noticiário. A aflição só acabou no início da noite de hoje. O animal foi encontrado no estacionamento de um shopping no mesmo bairro.

A identificação do vira-lata foi possível porque ele estava com uma coleira com detalhes em cores laranja e vermelho. Depois de escapar de uma tromba d'' água na serra, o cachorro driblou carros e sobreviveu sozinho por quase um dia na cidade.

Identificado como Leão, Caramelo, e, por fim, Herói, por ter ajudado os bombeiros na localização dos corpos, o animal, criado com liberdade no mato, não se sentiu à vontade no bairro dos novos ricos do Rio. De acordo com a nova dona, ao ser deixado na área de serviço da mansão, o cachorro parecia triste e cansado.

No entanto, no meio da noite de ontem, o cão escapou pela folhagem do enorme jardim e foi visto pelo vigia do condomínio quando cruzou o portão em velocidade. O homem contou que tentou alcançá-lo, mas sem sucesso. "Queria muito que ele tivesse uma vida feliz, depois de tudo que ele passou", lamentava Márcia hoje, antes do desfecho surpreendente.

A Comissão Especial de Proteção aos Animais da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) resgatou mais de 250 animais na região serrana. Todos estão sendo levados para abrigos. A comissão já pede doações de rações, panos, jornais, papelão, focinheiras, coleiras e cercadinhos.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvascachorroCarameloRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.