Acidente com elevador mata funcionário em hotel de MG

Um funcionário morreu e outro ficou ferido no final da noite de ontem, após caírem no fosso de um dos elevadores de serviço do hotel Belo Horizonte Othon Palace, uma dos mais tradicionais da capital mineira, localizado na região central da cidade. De acordo com a Polícia Militar, os garçons Wellington Marinho da Silva, de 26 anos, e Cláudio Damião Rodrigues de Gouveia, de 22, estavam no 25º andar do hotel. Durante uma brincadeira, eles teriam se escorado na porta do elevador, que se abriu.Segundo a PM, Wellington não conseguiu se segurar e sofreu uma queda livre. Cláudio conseguiu amortecer a queda se agarrando no cabo de aço. Ele foi internado em estado de choque no Hospital de Pronto Socorro João XXIII. Até o fim da tarde de hoje, seu estado de saúde era considerado estável. De acordo com o hospital, o jovem sofreu escoriações e queimaduras nos braços e nas mãos.A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o acidente. A hipótese de homicídio foi afastada. A perícia feita no local irá apontar se houve falha no equipamento. Conforme a gerência do Othon Palace na capital mineira, a rede de hotéis só deverá se pronunciar a respeito do caso após a conclusão do laudo pericial.

EDUARDO KATTAH, Agencia Estado

17 de fevereiro de 2009 | 17h18

Tudo o que sabemos sobre:
acidenteMGelevadorhotel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.