Acidente durante protesto na BA deixou 6 pessoas feridas

O número de feridos do acidente entre uma van e uma carreta que estava parada durante protesto na BR-116, na altura do município de Cândido Sales, no sul da Bahia, subiu para seis. Outras quatro pessoas morreram no local do acidente. Os feridos, dois deles em estado grave, foram levados para um hospital em Vitória da Conquista, maior cidade da região. O motorista da van, que sofreu ferimentos leves, e o da carreta, que não ficou ferido, foram encaminhados à Delegacia de Cândido Sales, para prestar esclarecimentos.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

04 de julho de 2013 | 15h13

A colisão ocorreu por volta das 5h30 desta quinta-feira, 4, segundo a Polícia Rodoviária Federal. De acordo com os primeiros relatos colhidos pelos agentes, ainda no local da colisão, a van seguia, com dez passageiros, do município de Gavião, no centro-norte baiano, em direção a São Paulo.

Nas proximidades do bloqueio feito por caminhoneiros no km 900 da rodovia, o motorista teria tentado seguir pelo acostamento, para não atrasar a viagem, e não conseguiu frear antes da colisão com uma carreta que estava parada na fila. Segundo a PRF, houve neblina na região na manhã de hoje.

Os caminhoneiros, que paralisam a BR-116 nos kms 900 e 910 (município de Cândido Sales) desde o início da manhã de segunda-feira, 1, montaram mais dois bloqueios desde quarta, 3, nos kms 804 e 835 (município de Vitória da Conquista). A PRF diz esperar que os caminhoneiros liberem os bloqueios ainda hoje. Veículos de passeio, ônibus e caminhões com cargas vivas estão podendo passar, mas os congestionamentos já passam de 20 quilômetros na rodovia.

Tudo o que sabemos sobre:
protestoscaminhoneirosBAmorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.