Ações europeias avançam lideradas por mineradoras e bancos

As ações europeias se mantiveram perto de suas máximas em quatro meses nesta quarta-feira, com ganhos de mineradoras e bancos superando fraquezas em papéis ligados à indústria automobilística e ao petróleo, à espera de mais ações de bancos centrais para estimular a economia global.

Reuters

08 de agosto de 2012 | 14h07

Segundo números preliminares, o índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em alta de 0,11 por cento, aos 1.095 pontos. O indicador continuou seu avanço ao pico de 2012, atingido em meados de março.

O volume de negociações foi novamente leve, o que demonstra o comprometimento de investidores com ações no clima atual.

As principais ações europeias experimentaram rali de 7,4 por cento nos últimos dez dias, desde que o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, afirmou que a autoridade monetária estava "pronta para fazer o que fosse preciso" para proteger o euro.

Os mercados acionários continuam muito resilientes enquanto esperam ações do BCE e de outros bancos centrais, o que o estrategista da Investec Edo Brasecke afirmou se dever ao retorno esperado dos investimentos em ações comparado com outras classes de ativos.

"Há algumas grandes empresas lá fora que estão mais fortes que alguns soberanos, e se você é um grande fundo de pensão e tem de aumentar seus retornos, você não pode colocar seu dinheiro em bônus, que oferecem retornos negativos reais, ou em dinheiro vivo, então você põe seu dinheiro em grandes empresas", afirmou.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou com leve alta de 0,08 por cento, a 5.845 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,03 por cento, para 6.966 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 teve queda de 0,43 por cento, a 3.438 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve alta de 0,07 por cento, para 14.665 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 desvalorizou-se 0,84 por cento, a 7.150 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 caiu 0,09 por cento, para 4.831 pontos.

(Reportagem de David Brett)

Mais conteúdo sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.