Acusado de matar franceses é condenado a 52 anos

O segundo acusado do assassinato dos três franceses integrantes da Organização Não-Governamental (ONG) Terr''Ativa, Luiz Gonzaga Gonçalves de Oliveira, foi condenado hoje a 52 anos de prisão, após ser julgado no 3º Tribunal do Júri. O terceiro e último réu, José Michel Gonçalves Cardoso, teve o processo desmembrado e seu julgamento deve começar mais tarde hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.