Acusados de assassinar jornalista vão para Fundação Casa

A Justiça atendeu ao pedido da Polícia Civil e determinou, no início da noite desta quarta-feira, 5, a internação temporária na Fundação Casa dos quatro rapazes acusados de matar por enforcamento o jornalista Celso Mazzieri, de 45 anos. O corpo do jornalista, que estava desaparecido deste a sexta-feira (28), foi encontrado num canavial, na zona rural de Porto Feliz, região de Sorocaba (SP). De acordo com o delegado seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel, o crime foi premeditado e cometido com crueldade e por motivo fútil. Os acusados confessaram o homicídio, mas, por serem menores de idade, devem permanecer internados por um período máximo de três anos.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

05 Março 2014 | 20h21

Mais conteúdo sobre:
JORNALISTAMORTEPORTO FELIZ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.