Acusados de furto ao BC são transferidos para MS

Numa operação de emergência, acusados de envolvimento no furto milionário ao Banco Central (BC) em Fortaleza e condenados pelo crime foram transferidos hoje de três penitenciárias do Ceará para o Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. Um relatório da Polícia Federal (PF) apontou que facções criminosas de São Paulo planejavam resgatar os presos. A transferência aconteceu de forma sigilosa e mobilizou vários agentes da PF e um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), que levou os presos até a capital sul-mato-grossense. A operação só foi divulgada pela polícia no início da noite de hoje, quando os presos deixaram o Ceará.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.