Administradora do Parque do Ibirapuera, em SP, é exonerada

Empresa há seis anos contratada para a limpeza do parque decidiu de prestar serviços no local

Da Redação, Agência Estado

15 Janeiro 2009 | 08h33

Os problemas na limpeza e manutenção do Parque do Ibirapuera, zona sul de São Paulo, resultaram na exoneração da administradora do local, Francisca Cifuentes, e do engenheiro agrônomo Henrique Mumme Herger da Silva, assistente técnico da administração e fiscal do contrato com a empresa que deveria ter zelado pelo parque, a Servimarc Construções Ltda. A decisão foi tomada pela Secretaria do Verde e do Meio Ambiente.Nesta quarta mesmo a empresa Servimarc, responsável há seis anos pela manutenção da mais tradicional área verde de São Paulo, decidiu deixar de prestar serviços no local. Segundo um de seus diretores, João Paulo Terreran, a Servimarc "não tem condições financeiras de dar continuidade aos serviços prestados no Parque e entregou o contrato hoje (quarta)". Sobre essa decisão, a Secretaria informou, em nota, que "avalia as justificativas da empresa e que pode chegar à rescisão do contrato". "Se isso acontecer, a Secretaria está preparando nova contratação", limitou-se a afirmar, sem informar como será feita a manutenção dos parques a partir desta quinta.

Mais conteúdo sobre:
administraçãoSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.