Adolescente acusada de matar a mãe é presa no Rio

Jovem teria cometido crime para obter o seguro de vida da mãe, no valor de R$ 15 mil

Fábio Grellet, Agência Estado

06 de junho de 2013 | 17h05

Uma adolescente que completou 17 anos no último sábado foi presa e confessou, segundo a polícia, ter matado a própria mãe, de 43 anos, estrangulando-a com um golpe de luta aplicado enquanto a vítima dormia. O crime ocorreu no último dia 25, na casa da família, no Cachambi (zona norte do Rio).

O namorado da menina, Daniel Duarte Peixoto, de 20 anos, presenciou o crime e também confessou à polícia ter participado do assassinato. Ele ajudou a adolescente a queimar o corpo, na casa da família, e a transportá-lo até um terreno baldio em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, onde o cadáver foi abandonado.

A Polícia Civil descobriu a autoria após quebrar o sigilo telefônico dos dois e obter imagens de câmeras de rua que identificaram um carro desovando o corpo no terreno. Os dois foram presos na tarde desta quinta-feira.

Segundo a polícia, a menina decidiu matar a mãe porque ela era contra o namoro, iniciado há quatro meses, e para obter o seguro de vida da mãe, no valor de R$ 15 mil, do qual era beneficiária.

Como é menor de idade, a menina pode cumprir no máximo três anos de medida socioeducativa.

Relembre. Em 2006, Suzane Richtofen e os irmãos Christian e Daniel Cravinhos foram condenados a 38 anos de prisão pelo assassinato de Manfred e Marísia von Richthofen. O caso chocou o Brasil pela forma como ocorreu: os pais da jovem foram mortos a pauladas, em um plano elaborado pela filha. À época do crime, Suzane era namorada de Daniel, e seus pais eram contra o relacionamento.

Tudo o que sabemos sobre:
Adolescenteassassinatomãe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.