Adolescente agredido fugiu com medo de milícia

O adolescente de 15 anos agredido e preso a um poste no Flamengo, na zona sul do Rio, contou à polícia que fugiu de casa após ter sido ameaçado por uma milícia por furtar uma furadeira. Para se proteger, ele passou a morar na rua.

FÁBIO GRELLET, Agência Estado

06 de fevereiro de 2014 | 23h09

De acordo com o depoimento do jovem, seu pai era traficante e foi assassinado. Ele então morava com a mãe em Campo Grande, na zona oeste de São Paulo. Desde que o caso foi divulgado, a mãe do adolescente teme sofrer represálias dos milicianos que agem na região. Por isso, pediu auxílio à prefeitura, que planeja acomodá-la em um abrigo municipal.

Após prestar depoimento à delegada Monique Vidal, no 9º Distrito Policial (Catete), na noite desta quarta-feira, 05, o adolescente foi transferido para um abrigo. Por segurança, a prefeitura mantém em sigilo qual é a unidade para a qual ele foi levado.

Tudo o que sabemos sobre:
Justiceirosjovenspreso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.