JB Neto/Estadão
JB Neto/Estadão

Adolescente é ameaçada de morte pela rede

FLORIANÓPOLIS - A estudante Isadora Faber, de 13 anos, que ficou famosa por denunciar na página do Facebook 'Diário de Classe' mazelas da escola pública em que estuda na capital catarinense - e que hoje está entre as melhores da região norte da Ilha de Santa Catarina -, foi ameaçada de morte pela internet. "Se eles pensam que vão me intimidar com esse tipo de ameaça, estão muito enganados. Vou seguir minha vida normalmente. Não será um perfil falso que vai me intimidar", reagiu.

Júlio Castro, Especial para O Estado de S. Paulo,

19 de fevereiro de 2013 | 02h04

Aluna do 9.º ano do ensino fundamental da escola Maria Tomázia Coelho, Isadora foi à 8.ª DP anteontem, um dia após a ameaça ser feita. Acompanhada do pai, registrou boletim de ocorrência. A família espera que a polícia consiga identificar o autor da ameaça. "A gente está dividido entre a preocupação e o incentivo para que ela continue nessa luta. Não sabemos o que esperar das pessoas, por isso nossa preocupação. O nível da ameaça foi pesado e, mesmo sendo de um perfil falso, alguém está por trás disso", contou Mel Faber, a mãe de Isadora.

Morando a 300 metros da escola, Isadora foi acompanhada da mãe no seu primeiro dia de aula. "Foi um dia normal. A escola recebeu umas reformas e ficou muito bonita", relatou a garota, que dispensou boa parte do dia para falar com a imprensa. Ela disse que não tem ideia de quem possa ser o autor da ameaça.

Em novembro, sua casa foi apedrejada e sua avó, de 65 anos e com uma doença degenerativa, foi ferida na testa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.