Adolescente Malala Yousafzai e ativista indiano Kailash Satyarthi ganham Nobel da Paz

A adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, que foi baleada pelo Taliban em 2012 por defender os direitos das meninas à educação, e o ativista indiano pelos direitos das crianças Kailash Satyarthi ganharam o Prêmio Nobel da Paz de 2014, anunciou nesta sexta-feia a instituição que concede a honraria.

REUTERS

10 de outubro de 2014 | 07h19

Com o prêmio, Malala, de 17 anos, se torna a mais jovem ganhadora do Nobel, superando o cientista australiano-britânico Lawrence Bragg, que compartilhou o Prêmio de Física com o pai, em 1915, aos 25 anos.

Satyarthi, de 60 anos, e Malala foram escolhidos por sua luta contra a opressão das crianças e dos jovens, e pelo direito de todas as crianças à educação, informou o Comitê Norueguês do Nobel.

Mais conteúdo sobre:
GERALNOBELPAZMALALA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.