Adolescente morre com suspeita de hantavirose em GO

Um adolescente de 13 anos morreu com suspeita de hantavirose - doença transmitida por ratos - na quinta-feira (29), em Luziânia, Goiás. Ele teria contraído a doença na casa onde mora com a família. O imóvel, segundo a Prefeitura da cidade, acumulava grande quantidade de entulho e lixo. Agentes do Departamento de Zoonoses da Secretaria de Saúde de Luziânia estiveram no local e constataram a presença de ratos e fezes do animal. As equipes limparam o local para evitar que os outros moradores contraíssem a doença. O laudo que apontará a causa da morte do menino ficará pronto no prazo de 30 dias. A Prefeitura informou que não houve registro de casos de hantavirose neste ano na cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.