Adolescente morre em briga de gangues durante Parada Gay de Juiz de Fora

Segundo polícia local, rivalidade entre grupos é antiga e caso não tem relação com preconceito

JOZANE FALEIRO, Agência Estado

15 de agosto de 2010 | 19h46

Um adolescente, de 15 anos, foi assassinado neste sábado, 14, em Juiz de Fora, Zona da Mata de Minas Gerais. O crime ocorreu durante a 11 ª Rainbow Fest, a Parada do Orgulho Gay da cidade. O autor dos disparos, outro jovem de 17 anos, confessou o crime e foi apreendido.

De acordo com um oficial do Centro de Operações da Polícia Militar de Juiz de Fora, o fato ocorreu devido a uma briga entre gangues formadas por moradores de dois bairros do município e nada tem a ver com o evento.

 

"Esta rivalidade existe há muito anos entre essas gangues, dos bairros Jardim Natal e Santa Luzia. Qualquer motivo serve para eles brigarem. Acredito que não tem a ver com preconceito, ou qualquer relação com o evento, que já a festa ocorre há mais de 10 anos na cidade, é consagrada e muito bem organizada", informou o policial.

No confronto, outro jovem, de 22 anos, também foi baleado nas pernas e encaminhado ao HPS. Mais um adolescente confessou a autoria dos disparos.

 

Segundo o capitão da PM, as duas armas apreendidas não pertenciam aos autores dos disparos. Ele também informou que 17 pessoas foram encaminhadas para a delegacia da Polícia Civil de Juiz de Fora, entre as quais participantes da briga e os envolvidos no homicídio, incluindo homens e mulheres, maiores e menores de idade.

 

A delegacia da Polícia Civil disse que apenas nesta segunda-feira poderá fornecer mais informações sobre o ocorrido.

Tudo o que sabemos sobre:
Juiz de ForaRainbow Festgangues

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.