Adolescente morre no Rio durante greve do Degase

Um jovem foi morto no alojamento de internação provisória do Centro de Socioeducação Dom Bosco, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, na madrugada desta quarta-feira, 26, em meio à greve dos servidores do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase) do Estado. De acordo com o Degase, o crime foi praticado por outros dois adolescentes. "A Polícia Civil e a corregedoria foram imediatamente avisados e já estão investigando o ocorrido", informou o órgão estadual.

AE, Agência Estado

26 Março 2014 | 14h53

Apenas uma quantidade mínima de servidores do Degase está trabalhando, para manter a legalidade da greve. "Conforme comunicado em reunião realizada com o sindicato da categoria, os servidores estão incluídos no aumento salarial que será enviado à Assembleia Legislativa, juntamente com todos os servidores da Educação", alegou o órgão. Ainda de acordo com o Degase, o pleito referente à progressão funcional dos servidores foi encaminhado à Casa Civil. "A progressão funcional, assim como o aumento, será concedida pelo governo em tempo hábil para ser regulamentada e paga aos servidores. Assim que for solicitada oficialmente, uma nova reunião com o secretário da pasta poderá ser marcada."

#ETU

Mais conteúdo sobre:
adolescentemortegreveDegase

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.