Adutora da Sabesp rompe e inunda 40 casas em Osasco

Para consertar tubulação, fornecimento de água foi suspenso para cerca de 72 mil pessoas

Elvis Pereira, estadao.com.br

16 de maio de 2008 | 16h52

Uma adutora de 400 milímetros da rede da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) se rompeu no fim da madrugada desta sexta-feira, 16, na altura do número 700 da Avenida Presidente Médici, no bairro Aliança, em Osasco, na Grande São Paulo. Com o incidente, a água invadiu 40 casas.   Para os trabalhos de reparo da tubulação, o fornecimento foi suspenso, deixando cerca de 72 mil pessoas sem água na região. Técnicos da empresa estão no local e a previsão é que o conserto seja concluído até as 22 horas. Anteriomente, a Sabesp informou que às 18 horas a situação já estaria normalizada, mas uma rocha localizada perto da tubulação está dificultando o trabalho dos técnicos.   A empresa informou que avaliará os danos materiais causados pelo rompimento para ressarcir as pessoas cujos imóveis foram inundados. A infra-estrutura dos imóveis não foi danificada e ninguém ficou desalojado ou desabrigado.   Texto atualizado às 18h35

Mais conteúdo sobre:
SabespOsasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.