Advogado é morto após tentativa de assalto em SP

Após uma tentativa de assalto ocorrida na Praça da Sé, na região central de São Paulo, o advogado Antônio Carlos Rodrigues Ribeiro foi morto, na tarde de hoje. Um técnico em informática, de 25 anos, foi preso por policiais do Grupo Armando de Repressão a Roubos e Assaltos (GARRA).

PEDRO DA ROCHA, Agência Estado

17 de fevereiro de 2011 | 20h10

Os investigadores percorriam a área em motos e flagraram a fuga do acusado. Ele tentou reagir, mas acabou dominado. A polícia diz acreditar que o suspeito, acompanhado de outra pessoa, tentava realizar o golpe conhecido como saidinha de banco.

O advogado, que estava com R$ 4 mil no momento do crime, teria sido seguido do banco até o prédio localizado na rua Silveira Martins. O ataque aconteceu na entrada do elevador. A vítima recebeu um tiro na cabeça e os agressores fugiram sem levar o dinheiro. Antônio morreu na Santa Casa. O detido foi reconhecido por testemunhas e tinha passagens anteriores por roubo. O técnico não revelou o nome do outro envolvido. Ele foi autuado por roubo seguido de morte e resistência.

Tudo o que sabemos sobre:
crimeviolênciaassaltoSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.