Aécio diz que sentimento da mudança teve maioria de votos no 1º turno e venceu

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, comemorou neste domingo sua chegada ao segundo turno da eleição contra a presidente Dilma Rousseff (PT), que tenta a reeleição, e afirmou que o sentimento da mudança venceu.

REUTERS

05 de outubro de 2014 | 21h49

Em pronunciamento em Belo Horizonte, capital do Estado que o elegeu duas vezes governador e uma vez senador, Aécio disse que a maioria dos votos no primeiro turno foi para candidatos que defendem a mudança em relação ao atual governo.

Mesmo sem citar o nome de Marina Silva (PSB), que até a reta final da campanha foi sua adversária direta na disputa pela segunda posição, o tucano se referiu ao fato de seus votos somados aos da ex-senadora superarem os obtidos por Dilma.

Com 99,3 por cento da apuração concluída pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Aécio e Marina tinham juntos 56,7 milhões de votos, contra 42,9 milhões de Dilma.

(Por Cesar Bianconi)

Mais conteúdo sobre:
ELEICOES2014AECIOMUDANCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.