Aéreas apresentam a aeronautas nova proposta de reajuste

O Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) apresentou nesta quinta-feira nova proposta de reajuste salarial para os aeronautas, depois de os trabalhadores ameaçarem cruzar os braços já a partir desta quinta-feira. A entidade representativa das companhias aéreas não revelou qual teria sido a proposta, mas de acordo com informação divulgada no site do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), o novo porcentual oferecido é de 6% a todos os trabalhadores.

GLAUBER GONÇALVES, Agência Estado

13 Dezembro 2012 | 15h17

Na quarta-feira (12), após reunião com as empresas, representantes da categoria, que inclui pilotos e comissários, disseram que os trabalhadores fariam uma paralisação se as aéreas não apresentassem uma nova proposta até as 13 horas desta quinta-feira. Neste momento, os profissionais estão reunidos em assembleias para decidir se mantêm ou não a decisão de greve.

Os trabalhadores pediam reajuste acima da inflação, mas as aéreas ofereceram inicialmente reajustes de 1,5% a 6%, este último porcentual apenas para os profissionais que ganham até R$ 852. Com custos em alta e resultados negativos, as companhias argumentam que não têm condições de dar aumentos expressivos aos trabalhadores neste ano.

Mais conteúdo sobre:
aeronautas greve nova proposta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.