Aeronáutica afasta soldados que agrediram recruta no PA

O Comando da Aeronáutica informou, na quinta-feira, ter afastado seis soldados da companhia acusados de terem agredido um recruta, no último dia 20 de julho, dentro do Hospital de Aeronáutica, no bairro de Souza, em Belém. As agressões foram gravadas por outro soldado, com um celular.

GHEISA LESSA, Agência Estado

10 de agosto de 2012 | 14h30

Por meio de uma nota, o comando da Aeronáutica informou que acompanha as investigações do caso e que os culpados serão punidos de acordo com a lei.

Os soldados poderão ser expulsos da Aeronáutica após a conclusão do inquérito policial e o encaminhamento do caso à Justiça Militar. Também poderão responder criminalmente pelo ocorrido.

Mais conteúdo sobre:
agressãoAeronáuticasoldados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.