Aeroportos do País têm 21,4% dos vôos cancelados

O número de cancelamentos nos aeroportos do País superou o de atrasos na manhã de hoje, feriado de Natal. Entre zero hora e meio-dia, de 826 vôos, 177 foram suspensos, 21,4% do total, e 26 partiram com atrasos superiores a uma hora (3,1%). Os dados são da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). No Aeroporto de Pampulha, em Belo Horizonte, Minas Gerais, 13 dos 14 vôos programados acabaram cancelados (92,9%). Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o terminal acumulou na verdade 10 partidas e 7 aterrissagens canceladas da companhia Total. A empresa teria marcado os vôos, mas não houve passageiros.No Aeroporto de Congonhas, situado na zona sul da capital paulista, em 100 vôos, 36 foram cancelados (36%) e 3 sofreram atrasos superiores a uma hora (3%). No Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, 9 dos 110 vôos foram cancelados (8,2%) e 4 saíram com atrasos (3,6%). Os dois aeroportos paulistas funcionaram sem restrições na manhã de hoje.O Aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio de Janeiro, teve 20 dos 31 vôos suspensos (69,2%) e nenhum atraso. No Antonio Carlos Jobim, também no Rio, houve 5 atrasos (6,2%) e 13 cancelamentos (16%) em 81 vôos. O Aeroportos Afonso Pena, em Curitiba, no Paraná, registrou 14 cancelamentos (35,9%) e somente 1 atraso (2,6%) em 39 vôos. No Salgado Filho, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, de 34 vôos, 11 foram suspensos (32,4%) e 1 atrasou (2,9%).

ELVIS PEREIRA, Agencia Estado

25 de dezembro de 2007 | 12h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.