Agência busca voluntários para viagem simulada a Marte

Voluntários passarão 17 meses isolados numa série de módulos integrados

Agencia Estado

21 de junho de 2007 | 12h11

A Agência Espacial Européia (ESA, na sigla em inglês) está procurando voluntários para uma simulação da viagem tripulada para Marte, um programa no qual os voluntários passarão 17 meses em um tanque de isolamento. Os voluntários irão viver e trabalhar em uma série de módulos integrados em um instituto de pesquisa em Moscou.Uma vez que as escotilhas forem fechadas o único contato da tripulação com o mundo exterior será pelo rádio, em uma ligação para a "Terra", com uma simulação de atraso equivalente aos 40 minutos que ocorreriam em uma situação real.Os módulos que simulam a nave espacial medem 550 metros cúbicos, o tamanho de nove contêineres de caminhão, e estão instalados no Instituto para Problemas Biomédicos da Rússia.O objetivo é conhecer o comportamento humano e a dinâmica de grupo nas condições que os astronautas enfrentariam em uma jornada para Marte.ComprometimentoExceto a falta de gravidade e a exposição à radioatividade, a tripulação vai enfrentar a maioria dos outros aspectos de uma longa viagem espacial, como espaço apertado, grande carga de trabalho, falta de privacidade e suprimentos limitados.Os voluntários serão colocados em uma série de cenários, como lançamento simulado, uma jornada de até 250 dias, uma excursão à superfície de Marte e a viagem de volta para casa.Os 500 dias de duração da viagem estão próximos do mínimo estimado necessário para uma viagem tripulada ao planeta vermelho.A ESA não vai fazer nada que coloque a vida dos voluntários em risco de forma desnecessária, mas autoridades responsáveis pelo experimento deixaram claro que vão precisar de uma razão convincente para deixar alguém sair dos módulos uma vez que a experiência comece."A idéia por trás deste experimento é simplesmente colocar seis pessoas em um ambiente muito fechado e ver como elas se comportam", disse à BBC Bruno Gardini, gerente de projeto do programa de exploração espacial Aurora.EquipeAo todo serão necessários 12 voluntários europeus. Eles devem ter entre 25 e 50 anos, boa saúde, "alta motivação" e altura de 1,85 metro. Fumantes ou aqueles com outros vícios como álcool ou drogas ilícitas, por exemplo, serão rejeitados. A ESA também está procurando voluntários com bons conhecimentos de inglês e russo."Faremos uma pré-seleção, exames médicos, testes psicológicos etc. Mas, no final, você realmente tem que ver como eles reagem, na Terra, em uma situação mais próxima da realidade da missão", explicou Gardini. As inscrições podem ser feitas pelo site Spaceflight."Este é apenas o começo; será preciso um longo tempo antes que possamos ir à Marte. Mas este é um campo que é difícil de quantificar. É comportamento humano, então não existe método. Os russos fizeram muitos estudos no passado e vamos dividir informações", acrescentou.Marc Heppener, da Divisão de Ciência e Aplicação da ESA, disse que os tripulantes receberão 120 euros (cerca de R$ 307) por dia.Viktor Baranov, do Instituto de Problemas Biomédicos da Rússia, informou que sua organização já recebeu cerca de 150 inscrições, sendo que apenas 19 vieram de mulheres.Um primeiro estudo de 105 dias deve começar no meio de 2008, possivelmente seguido por outro de 105 dias, antes que o projeto total de 520 dias de isolamento se inicie, no final de 2008 ou começo de 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
viagem simuladamarte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.