Agência dos EUA recomenda isolamento só para casos de alto risco de Ebola

O governo Obama recomendou nesta segunda-feira quarentena voluntária em casa para as pessoas com maior risco de infecção por Ebola, mas disse que a maioria dos trabalhadores que retornam da África Ocidental será submetida simplesmente a acompanhamento diário sem isolamento.

REUTERS

27 de outubro de 2014 | 20h09

O diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), doutor Thomas Frieden, disse que indivíduos de alto risco incluem trabalhadores da saúde que sofrem picada de agulha enquanto cuidam de um paciente com Ebola ou que atendem algum paciente sem equipamentos de proteção.

Sob as novas diretrizes que determinam quatro categorias de risco, a maioria dos profissionais de saúde que retornam da área afetada pela doença na África Ocidental seria considerada de "algum risco", enquanto outros que atendem pacientes em instalações norte-americanas, de "baixo risco".

(Reportagem de David Morgan)

Mais conteúdo sobre:
SAUDEEUACDC*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.