AGENDA POLÍTICA-Lula encontra Chávez; Evo e Correa são esperados

Após a crise boliviana e em meio a desentendimentos entre o governo equatoriano e empresas brasileiras, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve se encontrar com os presidentes da Bolívia, Evo Morales, e do Equador, Rafael Correa, além do presidente venezuelano Hugo Chávez. A reunião será realizada em Manaus (AM). Na última terça-feira, Correa ordenou o confisco dos bens da construtora brasileira Odebrecht. Depois, ameaçou não pagar dívida milionária feita com o banco estatal brasileiro BNDES. Nesta segunda-feira, será divulgada nova pesquisa Ibope sobre o nível de aceitação do governo e sobre a imagem do presidente Lula. Resultado do instituto Sensus que veio a público na semana passada mostrou aprovação do governo Lula em 68,8 por cento. Veja a seguir os principais eventos políticos dessa semana. SEGUNDA-FEIRA -- Será divulgada pesquisa trimestral Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), sobre a imagem do governo e do presidente Lula. Agendada para as 14h. -- O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, divulga lista dos cem maiores desmatadores da Amazônia e comenta o índice mensal de desmatamento registrado pelo Inpe em agosto. -- O presidente Lula participa da celebração, na Academia Brasileira de Letras, do centenário da morte do escritor Machado de Assis no Rio de Janeiro. No local, ele assina decreto que estabelece o cronograma para a vigência do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. TERçA-FEIRA -- O presidente Lula se encontra pela manhã com o presidente venezuelano Hugo Chávez. Se houver confirmação, terá encontro com os presidentes do Equador, Rafael Correa; da Bolívia, Evo Morales, além de Chávez. -- O Ipea promove seminário sobre mercado de trabalho, trabalho infantil e previdência brasileiros a partir da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2007 divulgada neste mês de setembro. QUINTA-FEIRA -- O presidente Lula volta a discutir o detalhamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), cujo balanço quadrimestral deve ser apresentado após o primeiro turno das eleições municipais. SEXTA-FEIRA -- O presidente Lula participa, à noite, das comemorações pelos 70 anos do Sindicato dos Químicos de Santo André (SP). DOMINGO, 5 de outubro -- O país realiza o primeiro turno das eleições municipais em 5.563 municípios. Cerca de 128 milhões de eleitores vão escolher prefeitos, vice-prefeitos e mais de 50 mil vereadores que compõem as câmaras municipais. Haverá segundo turno nos municípios com mais de 200 mil eleitores (77 estão nessa situação) em que nenhum candidato a prefeito conseguir a maioria absoluta dos votos válidos. (Reportagem de Ana Paula Paiva, Edição de Carmen Munari)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.