AGENDA POLÍTICA-Lula lança programa de segurança no Rio e Recife

Na próxima semana, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro da Justiça, Tarso Genro, lançam o programa de segurança pública "Território de Paz", no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, e em Santo Amaro, em Recife. As duas comunidades serão as primeiras beneficiadas do programa que desenvolve ações como policiamento comunitário e atividades esportivas, culturais e educacionais para prevenir a criminalidade em locais muito violentos. A iniciativa do governo federal faz parte do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). No Congresso, a medida provisória 442, que autoriza o Banco Central a comprar carteiras de crédito de instituições financeiras em dificuldade, deve ser votada no Senado. Também se espera na próxima semana que o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, informe o parecer da comissão interministerial que discute o marco regulatório do petróleo do pré-sal. Veja, a seguir, os principais eventos políticos da próxima semana. SEGUNDA-FEIRA -- Em Brasília, o presidente Lula tem reunião de coordenação política e depois vai ao Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas. Em seguida, vai à premiação da Olimpíada da Língua Portuguesa, no Alvorada Park, e mais tarde viaja para Recife, onde faz anúncio do cumprimento em Pernambuco das metas do programa Luz Para Todos. -- Reunião de bancada do DEM na Câmara. -- No Rio de Janeiro, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, concede entrevista coletiva sobre nova linha de crédito a ser criada pelo banco. TERÇA-FEIRA -- Em Olinda, Lula entrega unidades habitacionais construídas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Depois, lança o programa de segurança pública "Território de Paz", em Santo Amaro, junto com o ministro Tarso Genro. Mais tarde, participa de reunião do Fórum de Governadores do Nordeste. -- No Senado Federal, os parlamentares devem votar a medida provisória 442. Também está na pauta da Casa a votação da medida provisória 443, que autoriza o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal a comprarem instituições financeiras privadas. QUARTA-FEIRA -- Lula participa da abertura da 3a Convenção de Engenheiros, no Centro de Convenções de Brasília. -- A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, é esperada como expositora em audiência pública na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara sobre o impacto da crise financeira internacional nas obras do PAC. -- No Senado Federal, acontece o 4o Fórum Senado Debate Brasil com o tema "Nova Fronteira do Petróleo: os desafios do pré-sal". Participarão da abertura do evento o presidente do Senado, Garibaldi Alves, e o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia. QUINTA-FEIRA -- No Rio de Janeiro, o presidente Lula e o ministro Tarso Genro lançam o programa "Território de Paz", no Complexo do Alemão. Mais tarde, Lula participa do pré-lançamento de competição organizada pela indústria automotiva para desenvolvimento de novas tecnologias. Ainda no Rio de Janeiro, no Palácio Gustavo Capanema, Lula vai ao lançamento do Fundo Setorial do Audiovisual. -- O ministro Carlos Minc fala em audiência pública na Comissão de Meio Ambiente da Câmara sobre o incêndio no Parque Nacional da Chapada Diamantina, na Bahia". SEXTA-FEIRA -- O presidente Lula participa da inauguração do centro de cardiologia do Hospital Sírio-Libanês em São Paulo. (Reportagem de Ana Paula Paiva)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.