Agricultor é o 1º a morrer em razão da chuva no RJ

O agricultor Fabiano Luz Rodrigues, de 28 anos, é a primeira (e a única, até o início da noite desta quarta-feira, 14) pessoa morta em razão da chuva que atingiu o Estado do Rio na terça-feira. Ele morava em Trajano de Moraes, na Região Serrana.

FÁBIO GRELLET, Agência Estado

14 de novembro de 2012 | 19h01

Na terça, por volta do meio-dia, saiu da fazenda onde morava e seguiu para o centro da cidade. Ao tentar atravessar a ponte do rio Imbé, que estava três metros acima de seu nível normal, Fabiano acabou arrastado pela água. Seu corpo foi encontrado nesta quarta-feira (14), à margem do rio, a cerca de dois quilômetros do local onde havia sumido.

Cerca de 230 famílias de Trajano de Moraes estão desalojadas. Dessas, 120 ocupam abrigos municipais, segundo a Defesa Civil. As demais estão em casa de parentes.

Em Nova Friburgo, uma das cidades mais atingidas pela chuva, a situação melhorou nesta quarta. Sob chuva fraca e intermitente, a cidade trocou o estado de alerta pelo de atenção, que é menos grave. Na terça, pedras deslizaram sobre casas desocupadas e destruíram pelo menos seis delas. Dois moradores da região sofreram escoriações.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvasregião serranaRJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.