Agroconsult vê alta de 10% na safra 12/13 de cana do centro-sul

A produção de cana na região centro-sul do Brasil, que caiu nesta temporada pela primeira vez em 11 anos, deve subir cerca de 10 por cento na próximo ciclo (2012/13), com a recuperação parcial dos rendimentos ante a queda acentuada de 11/12.

INAÊ RIVERAS, REUTERS

21 de outubro de 2011 | 13h48

O clima adverso em 2010 e 2011 e os baixos investimentos na renovação dos canaviais, para substituir lavouras envelhecidas, reduziram os rendimentos de maneira dramática em 11/12.

"A safra de cana deve aumentar em cerca de 10 por cento (ante as atuais 510 milhões de toneladas), com a recuperação parcial dos rendimentos", disse o analista da Agroconsult, Fábio Meneghin, em intervalo de um seminário sobre cana.

Os rendimentos médios em 11/12 são visto em cerca de 70 toneladas de cana por hectare, contra mais de 80 toneladas na última temporada.

Meneghin disse que a recuperação total dos rendimentos ao nível da temporada passada só será possível em 2013/14.

"As usinas retomaram os investimentos nos campos de cana. Vendas de fertilizantes ao setor estão aumentando consideravelmente", disse.

Ele também afirmou que usinas têm se aproximado de bancos para retomar planos de investimento, que foram totalmente interrompidos no ano passado.

A associação da indústria de cana-de-açúcar Unica estimou que, devido à queda da produção de cana nesta temporada, a capacidade industrial no centro-sul superou a disponibilidade de cana em 160 milhões de toneladas nesta temporada.

O presidente da Unica, Marcos Jank, também participando do evento, disse que é possível aumentar os rendimentos em 10 por cento na próxima temporada, sem dar mais detalhes.

Mais conteúdo sobre:
COMMODSCANABRASIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.