Ahmadinejad e a liberdade de expressão

Hoje pró-reitor de Columbia, John Coatsworth participou do episódio mais polêmico da gestão do reitor Lee Bollinger: a palestra do presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad, feita a convite da universidade, em 2007. "Houve aspectos que poderíamos ter manejado melhor, mas o saldo foi excelente", disse. "Como afirmou o reitor na ocasião, liberdade de expressão não é só o direito de um indivíduo dizer o que pensa. É o direito que temos de ouvir alguém, mesmo aqueles de quem discordamos."

Sergio Pompeu, do Estadão.edu, O Estado de S. Paulo

19 Março 2012 | 03h03

O convite provocou protestos dentro e fora do câmpus. Pressionado, Bollinger falou duro: "O senhor exibe todos os sinais de um ditador cruel e mesquinho." Mediador, Coatsworth cobrou uma resposta à acusação de que o regime prega a destruição de Israel. "Amamos todos os povos", reagiu Ahmadinejad.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.