AIG deve conseguir comprar parte do governo na empresa-analista

A seguradora resgatada AIG provavelmente será capaz de levantar capital suficiente para comprar a participação restante do governo de 61 por cento, disseram nesta quarta-feira os analistas da Sandler O'Neill.

REUTERS

30 Maio 2012 | 12h56

Em nota aos clientes, a Sandler estimou que a AIG será capaz de levantar 18,2 bilhões de dólares no próximo ano. Isso será mais do que suficiente, partindo do princípio de que a parte do governo vale cerca de 30,75 bilhões de dólares e que o Tesouro venderá metade de cada oferta para a companhia e metade para o mercado em geral.

"A AIG participou de aproximadamente metade de cada oferta até hoje, o que sugere que precisa de 15,4 bilhões de dólares para comprar a parte do governo", afirmou o analista Paul Newsome.

O dinheiro poderia vir de várias fontes: 7 bilhões de dólares da participação no fundo da Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) Maiden Lane III, 5,5 bilhões de dólares da venda de ações na seguradora asiática AIA, 4,5 bilhões de dólares de ganhos retidos e quase 1,2 bilhão de dólares de uma oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) da unidade de leasing de aviões ILFC.

(Por Ben Berkowitz)

Mais conteúdo sobre:
FINANCAS AIG GOVERNO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.