Air France trocou sensores de velocidade, diz sindicato

A Air-France-KLM atualizou todos os sensores de velocidade aérea (pitots) de seus aviões de modelo Airbus A330 e A340, informou hoje o porta-voz do Sindicato Nacional dos Pilotos de Linha (SNPL), Erick Derivry. A medida foi tomada depois da queda do A330, que fazia o trajeto Rio de Janeiro-Paris, no Oceano Atlântico, em 31 de maio. Investigações sobre a queda do voo AF 447, que levava 228 pessoas a bordo, estão concentradas em interpretações contraditórias dos sensores de velocidade aérea. A Airbus insiste que não há prova de que os pitots tenham causado o acidente.

AE, Agencia Estado

15 de junho de 2009 | 13h58

Na sexta-feira, o diretor-geral da Air France, Pierre-Henri Gourgeon, veio a público afirmar que ?não está convencido? de que os sensores de velocidade teriam causado a tragédia com o voo 447. No dia seguinte, contudo, o diretor do Escritório de Investigações e Análises para a Aviação Civil (BEA), Paul-Louis Arslanian, havia definido a ?incoerência no aferimento da velocidade? como ?um elemento forte na investigação?. O órgão é o responsável por encontrar respostas para o acidente. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.