Ajuda alimentar atende número recorde de 4,1 milhões de pessoas na Síria, diz ONU

Um número recorde de 4,1 milhões de pessoas recebeu alimentos em agosto na Síria devido à entrada de uma quantidade maior de comboios que conseguiram atravessar as frentes de batalha e as fronteiras a partir de Turquia e Jordânia, informou o Programa Mundial de Alimentos, da ONU, nesta terça-feira.

REUTERS

02 Setembro 2014 | 07h59

"Estamos alcançando mais pessoas a cada dias com necessidades urgentes de assistência alimentar. Muitas delas estão passando fome há meses", disse Muhannad Hadi, coordenador regional do programa para a crise na Síria, em comunicado.

Ao longo das últimas seis semanas, o Programa Mundial de Alimentos e agências parceiras atravessaram frentes de batalha para alcançar mais de 580.000 pessoas, quatro vezes mais que as 137.000 atendidas nas seis semanas anteriores, segundo o programa.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Mais conteúdo sobre:
SIRIAALIMENTOSAJUDAONU*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.