Alckmin antecipa que taxas de homicídio caíram 1,2%

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), antecipou nesta terça-feira a redução de 1,2% nas taxas de homicídio registradas no Estado em maio, na comparação com o mesmo mês de 2012. Os dados completos serão anunciados na tarde desta terça-feira pelo secretário estadual da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira.

FRANCISCO CARLOS DE ASSIS, Agência Estado

25 de junho de 2013 | 13h21

De acordo com Alckmin, o índice de homicídios no Estado ficou em 9,3 para cada 100 mil habitantes - a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera "zona epidêmica" quando uma região tem indicador superior a 10 casos para cada 100 mil habitantes. "Este número é o mais baixo desde 2001", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
ViolênciahomicídiosSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.