Alckmin entrega trens da CPTM de gestão anterior

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), entregou hoje três novos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), na capital paulista. Os veículos foram comprados na gestão anterior, dos ex-governadores José Serra (PSDB) e Alberto Goldman (PSDB), mas colocados em operação hoje. A cerimônia teve direito a uma breve viagem num dos novos trens e contou com a participação de tucanos.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

24 de fevereiro de 2011 | 14h49

Em discurso, Alckmin disse que os veículos eram o "sonho" de seus antecessores. "Esse é o sonho de Mário Covas, que a CPTM era a menina dos olhos dele, o sonho do Serra, o sonho do Goldman, o sonho de todos nós." Perguntado, o governador disse que os ex-governadores "são sempre convidados" para os eventos, mas nem Serra nem Goldman participaram da solenidade.

Com as novas unidades, o total de veículos novos entregues a CPTM chega a 43. O governador afirmou que até 2012 serão entregues mais 62 veículos, completando um total de 105 unidades adquiridas pelo governo estadual. O governador garantiu que, com a iniciativa, o intervalo dos trens no horário de pico na Linha 8 - Diamante, entre as estações Júlio Prestes e Itapevi, onde foram entregues os veículos, será reduzido de 7 para 4 minutos.

"E, neste ano, esta linha terá quatro estações reformadas: Jandira, Barueri, Osasco e Carapicuíba", informou. Alckmin disse ainda que o governo estadual pretende estender a Linha 8 - Diamante em 6 quilômetros de ferrovia, chegando até a parada de Amador Bueno, em Itapevi. "Eu diria que, no caso da CPTM, até o ano que vem, vai reduzir a questão da superlotação nos horários de pico."

Tudo o que sabemos sobre:
transportetremCPTMAlckmin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.