Alckmin garante que índices de violência cairão

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) prometeu na segunda-feira (26) trabalho "redobrado" para diminuir a violência na Grande São Paulo. "Não há dúvida de que vamos reduzir os índices e tenho absoluta confiança no trabalho da polícia", afirmou durante evento na Santa Casa de Misericórdia, na região central de São Paulo.

ARTUR RODRIGUES, Agência Estado

27 de novembro de 2012 | 09h42

Alckmin elogiou a nova cúpula da Segurança Pública, mas não deu detalhes sobre qual será a estratégia dos responsáveis pelas Polícias Civil e Militar para resolver a atual crise no setor. Ele anunciou a contratação de 185 delegados de polícia e a entrada de 138 na Academia de Polícia Civil. "Grande parte deles vai para o setor de inteligência e de investigação", disse Alckmin.

Legislação

Ao ser questionado sobre uma fuga de adolescentes da Fundação Casa, no domingo (25) em Ferraz de Vasconcelos, o governador defendeu o aumento do limite de internação, que hoje é de três anos, para adolescentes que cometerem crimes graves. "A punição precisa ser maior, até porque é preciso ter limite", disse. Ele criticou a presença de maiores de 18 anos na Fundação Casa. "Dos que fugiram, três têm mais de 18 anos. O que está fazendo quem tem 19, 20 anos na Fundação Casa, que é para criança e adolescente? Isso é a nossa lei."O governador afirma que atuará para que a legislação mude. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaSPAlckmin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.