Alckmin lidera em SP, diz pesquisa

Ex-governador tucano venceria no primeiro turno se eleição fosse hoje, aponta Datafolha

Daniel Bramatti, O Estadao de S.Paulo

22 Dezembro 2009 | 00h00

Se a eleição para o governo de São Paulo fosse hoje, o tucano Geraldo Alckmin venceria no primeiro turno, segundo pesquisa Datafolha publicada ontem pelo jornal Folha de S.Paulo. Se confirmar o favoritismo em 2010, o PSDB conquistará seu quinto mandato consecutivo no comando do Estado. O próprio Alckmin já ocupou o Palácio dos Bandeirantes entre 2001 e 2006.

O pré-candidato tucano tem entre 50% e 54% das intenções de voto nos quatro cenários avaliados pelo instituto. A soma dos índices dos adversários varia de 26% a 33%. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa da maioria absoluta dos votos válidos.

Em um cenário que contempla aliança entre PSB e PT, em que concorreriam ainda Alckmin, Soninha (PPS), Celso Russomano (PP) e Ivan Valente (PSOL), Ciro Gomes aparece em segundo lugar, com 16%. Em outra lista, a petista Marta Suplicy atinge 14%.

O governador José Serra, provável candidato do PSDB à Presidência, também venceria no primeiro turno caso disputasse a reeleição, aponta o Datafolha. Ele aparece com 44% e 55% em dois cenários com diferentes adversários.

Na eleição para o Senado, o petista Aloizio Mercadante lidera, com 32%, seguido por Romeu Tuma (27%), Orestes Quércia (24%), Netinho de Paula (22%) e Soninha (22%).

OUTROS ESTADOS

O Datafolha também avaliou o quadro eleitoral no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, onde os peemedebistas Sérgio Cabral e Hélio Costa lideram.

Cabral tem de 36% a 39% das intenções de voto em diferentes cenários. Seu adversário mais próximo é o ex-governador Anthony Garotinho (PR), que tem de 23% a 24% das preferências.

Costa aparece com 31% a 37%. Fernando Pimentel é o petista que atinge melhor colocação, com 19%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.