Alckmin: situação de alerta nos reservatórios é pontual

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), voltou a dizer que o Estado não deve sofrer com o racionamento de água e que acredita que a população dará uma resposta positiva ao programa de desconto para aqueles que economizarem no consumo. "É possível reduzir (o consumo) sem perder qualidade de vida e aí não haverá necessidade de racionamento", afirmou. "Se chover, vai resolver o problema".

CARLA ARAÚJO E CAIO DO VALLE, Agência Estado

05 de fevereiro de 2014 | 13h41

Alckmin disse ainda que o problema é pontual. "Diferentemente de outros momentos, é uma questão localizada. Nós estamos com sistema Rio Claro com 97% de reservação. O sistema Guarapiranga está com mais de 60%. É um problema localizado exclusivamente no Cantareira", afirmou.

Segundo ele, a situação de alerta dos reservatórios do Estado não é generalizada. "Não temos nenhum sistema com menos de 40% (de reserva). Mesmo sem chover, o que é uma situação atípica", afirmou. O governador disse ainda acreditar que a medida de estimular a economia de água pode ter reflexos em hábitos culturais da população.

Tudo o que sabemos sobre:
abastecimentoáguaAlckmin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.