Alckmin:trabalhamos para não ter racionamento

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, voltou a dizer que os trabalhos e obras estão dentro do cronograma e que o governo estadual centra esforços para não ter racionamento. "População tem ajudado muito, com o uso racional da água. Maio vamos entregar mais uma obra, a interligação do Rio Guaió, dentro do sistema Alto Tietê e vamos começar a interligação do Rio Grande ao Alto Tietê em questão de dias", informou. Segundo o governador, o Estado está preparado para o período de estiagem e descarta falta de água em São Paulo.

SUZANA INHESTA, Estadão Conteúdo

02 Maio 2015 | 20h50

Hoje o nível dos reservatórios do sistema Cantareira apresentou queda neste sábado, 2, conforme boletim da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). O volume do sistema caiu de 19,9% para 19,8%, se levado em conta o conceito tradicional da empresa, que considera todo o volume do manancial em relação ao volume útil.

Se for considerado o novo método de cálculo da Sabesp, que divulga o índice negativo do manancial (que conta o conteúdo do volume morto subtraído do volume armazenado), o nível do sistema Cantareira também contou com modificação e ficou mais negativo, passando de -9,4% para -9,5%. A companhia passou a publicar este índice após determinação da Justiça.om)

Mais conteúdo sobre:
alckmin crise hídrica racionamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.