Alencar aprova lei que estende merenda ao ensino médio

O presidente em exercício, José Alencar, sancionou hoje o projeto de conversão, aprovado pelo Congresso, que estende a merenda escolar para todos os estudantes da rede pública do País, o que inclui os 12 milhões de alunos do ensino médio e os jovens e adultos que frequentam cursos supletivos, antes não atendidos.

VANNILDO MENDES, Agencia Estado

16 de junho de 2009 | 20h13

Com isso, a União aumentará de R$ 2,1 bilhões para R$ 2,5 bilhões o dispêndio anual com a universalização da merenda, que agora vai do pré-escolar até o fim do ensino médio, atingindo um universo de 47 milhões de estudantes.

O projeto também estende a todos o direito a transporte e ao livro escolar gratuitos. A medida, segundo o presidente do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE), contribuirá para reduzir sensivelmente a evasão escolar e a repetência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.