Alonso vence GP da Itália; Massa abandona corrida na 10a volta

O bicampeão mundial FernandoAlonso liderou a dobradinha da McLaren no Grande Prêmio daItália neste domingo e reduziu a vantagem de seu companheiro deequipe Lewis Hamilton para três pontos, faltando quatro provaspara o final do campeonato. Hamilton fez mais uma corrida impressionante, mas o novatobritânico foi condenado a seguir na traseira do espanhol depoisque Alonso garantiu a pole position no grid de largada. O inglês cruzou a linha de chegada seis segundos atrás deAlonso, que comemorou a 19a vitória de sua carreira e a quartada atual temporada. Foi a primeira dobradinha da McLaren em Monza, mas a quartaem 13 provas. "Foi o final de semana perfeito para mim", disse Alonso."Às vezes tudo caminha na direção certa e você se sente bem." Hamilton agora soma 92 pontos contra os 89 de Alonso no queparece se delinear como uma batalha de dois homens, quedependerá do resultado de uma investigação conduzida pela Fiaem Paris na próxima quinta-feira que poderia arruinar asesperanças de título de ambos. A Ferrari, vencedora de quatro provas no templo doautomobilismo italiano nas últimas cinco temporadas, teve quese contentar com a terceira colocação de Kimi Raikkonen. O finlandês, lutando com um pescoço dolorido depois de umacolisão forte no sábado, perdeu terreno na disputa pelo títuloe está 18 pontos atrás de Hamilton, que ressaltou seus talentosainda mais ultrapassando a Ferrari de Raikkonen para assumir asegunda colocação com uma manobra brilhante depois de seuúltimo pitstop. "O carro não estava muito ruim, na verdade", disseRaikkonen, que só fez uma parada no pitstop. "Eu não conseguialevantar a cabeça nas freadas. Meu pescoço não estava muito bemdepois de ontem." Em uma tarde infeliz para a Ferrari, cuja inimizade com aMcLaren se acirrou depois que um escândalo de espionagemenvolvendo as duas equipes irrompeu em julho, o brasileiroFelipe Massa foi forçado a abandonar a corrida depois desomente dez voltas com um problema na suspensão traseira. As esperanças de título de Massa sofreram um grande abalo,agora que o brasileiro se posiciona 23 pontos atrás do líderapesar das três vitórias em seu crédito. O alemão Nick Heidfeld foi quarto com sua BMW Sauber e seucompanheiro de equipe polonês Robert Kubica chegou em quinto. Otambém alemão Nico Rosberg cruzou com sua Williams em sexto. O finlandês Heikki Kovalainen terminou na sétima colocaçãocom a Renault e o britânico Jenson Button levou o segundo pontona temporada para si e sua equipe Honda ao chegar em oitavo. O safety car entrou na pista entre a segunda e a sextavoltas depois que a Red Bull do britânico David Coulthard tocoua Renault do italiano Giancarlo Fisichella e foi parar naproteção de pneus, mas o escocês não saiu ferido. Enquanto Alonso liderou desde a largada, Hamiltonprovidenciou os primeiros momentos emocionantes logo no início,ao reclamar a segunda posição ultrapassando Massa, com quemchegou a fazer contato, na primeira curva pelo lado de fora. A McLaren lidera o campeonato de construtores com 166pontos diante dos 133 da Ferrari, mas aguarda a audiência dequinta-feira e outra apelação da escuderia italiana para tentarrecuperar os quinze pontos perdidos na Hungria no mês passado.

ALAN BALDWIN, REUTERS

09 de setembro de 2007 | 13h12

Tudo o que sabemos sobre:
GPITALIAATUALIZA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.